7 passos para fabricação do papel

Entenda qual é o processo de produção do papel e como a celulose se transforma nesse material tão usado no dia a dia.

 

 

O papel está presente em nosso dia a dia de diversas formas. Comumente, entra em nossos momentos e se faz presente de forma fundamental em situações cotidianas, seja para anotar um recado, abrir um bala, anotar uma receita. Seja como for, a questão é: você sabe como é formado o papel?

 

  1. Do que é feito o papel?

A matéria prima para a constituição do papel é a celulose, uma substância encontrada nos troncos de algumas árvores, principalmente dos eucaliptos. Ou seja, para a fabricação do papel, é necessário muitas árvores. Por isso a importância da escolha de uma marca de qualidade, que se preocupe com a sustentabilidade, reciclando materiais e fazendo o replantio de cada eucalipto, repondo assim a fauna e flora do local. 

Retirado os eucaliptos, a madeira é cortada, descascada e picada, pedacinho por pedacinho.

 

  1. Os primeiros passos!
    Depois de picadinhos, os pedacinhos de madeira são despejados em um tanque para cozinhar junto com substâncias químicas que facilitam a pastagem da celulose. Após algumas horas de cozimento, a madeira com essas substância se transformam em uma pasta de celulose. Essa pasta é enviada para um processo de lavagem que retirar todas as substâncias químicas aplicadas, bem como as impurezas.

 

  1. Separando a celulose.

Com a pasta da celulose limpa, livre de substâncias químicas e impurezas, ela é levada para uma máquina denominada Mesa Plana, onde o processo de transformação da pasta de celulose tem início. A mesa plana tem o objetivo de transformar a pasta de celulose em uma folha contínua e lisa.

 

  1. Dando formato!
    A folha sob a qual a pasta de celulose foi despejada é movida por uma esteira rolante, que passa por rolos que irão prensar e retirar o excesso de água de todo o conteúdo. Além de compactar e alisar o papel, que começa a ganhar forma.

 

  1. Enrolando.

Agora chegou a hora do papel passar pela enroladeira. Como o próprio nome sugere, este equipamento tem a missão de enrolar o papel, formando um grande rolo de papel.

 

  1. Hora de cortar.

Depois de enrolado, o papel passar por bobinas de corte, dando a forma tradicional de tamanho e gramatura. Aqui o papel está pronto para uso. Depois deste processo, os papeis passam por máquinas que irão empacotar em quantidades selecionadas, dispondo uma quantidade de folhas em cada pacote de papel e cada pacote de papel, e vários pacotes de papel em caixas.

 

  1. Voilà!
    Agora é só despachar! É a partir deste momento que as empresas de papel recebem suas encomendas e distribuem em pacotes unitários em suas lojas, papelarias e lojas próprias. Agora você já pode comprar o papel que faltava e começar o trabalho. Mãos a obra!

 

Vale ressaltar a importância da consciência sustentável no uso do papel. Vários eucaliptos são utilizados par a produzir uma folha! Por isso, que tal dar uma revisada no material antes de fazer a impressão final do seu conteúdo? Ah! E não esqueça de separar os papeis e outros objetos recicláveis para o reuso. Verifique o ponto de coleta no seu bairro e colabore para um mundo sustentável.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *